30.10.12

Para o seu anjinho!


Bolachas vegetarianas para cão

Estas bolachinhas são saudáveis e muito fáceis de fazer. O seu Ozzy vai babar e ladrar por mais.

Ingredientes:
- 2 ovos batidos
- 1 xícara de arroz cozido
- 1 xícara de legumes cozidos ralados ou reduzidos a puré (batata, abobrinha, ervilhas e cenouras são boas opções
-ATENÇÃO: Nunca dê cebola a cães ou gatos, pois é extremamente tóxica e potencialmente fatal)
- 1 colher de sopa de salsa picada (opcional)
- 1 xícara de queijo ralado
- 1 colher de sopa de levedura de cerveja

Preparação:
- Pré-aquecer o forno a 180ºC. Misturar bem todos os ingredientes.
 Com uma colher de chá, dispor uma pequena quantidade de massa num tabuleiro untado e formar bolachinhas.
 Assar durante cerca de 12 minutos ou até estarem cozinhadas e ligeiramente douradas.
 Deixar arrefecer e guardar no geladeira, em recipiente hermético.

A levedura de cerveja ajuda a manter a pelagem do seu cão bonita e saudável, fortalece o metabolismo e fornece vitamina B e proteínas.
O queijo e os ovos são fontes de fontes de proteína de alta qualidade.
 Escolha sempre um queijo pasteurizado.


http://comida-saudavel.blogspot.com.br
Publicada por Clara Duarte  

25.10.12

Reflexão...



TU NÃO ESTAS DEPRIMIDO, ESTAS DISTRAÍDO.


Não estás deprimido, estás distraído, distraído da vida que lhe habita. Tens coração, cérebro, alma e espírito? então como podes sentir-se pobre e desprezado. Distraído em relação à vida que te rodeia: Golfinhos, bosques, mares, montanhas, rios.

Não caias como caiu teu irmão que sofre por um único ser humano, quando no mundo existem cinco mil e seiscentos milhões. Além de tudo, não é assim tão ruim viver só. Eu fico bem, decidindo a cada instante o que desejo fazer, e graças à solidão conheço-me, o que é algo fundamental para viver.

Não caias no que caiu teu pai, que se sente velho porque tem setenta anos, e esquece que Moisés comandou o Êxodo aos oitenta e Rubinstein interpretava Chopin com uma maestria aos noventa. Só para citar dois casos conhecidos.

Não estás deprimido, estás distraído, por isso acreditas que perdeste algo, o que é impossível, porque tudo te foi dado. Não fizeste um só cabelo de tua cabeça, portanto não podes ser dono de nada.

Além disso, a vida não te tira coisas, a vida te liberta de coisas. Te alivia para que voe mais alto, para que alcances a plenitude. Do útero ao túmulo, vivemos numa escola, por isso, o que chamas de problemas são lições.

E a vida é dinâmica, por isso está em constante movimento, por isso que devemos estar atentos ao presente, por isso que minha mãe dizia: eu me encarrego do presente, o futuro é assunto de Deus.

Não perdeste nada, aquele que morre simplesmente está adiantado em relação a nós, porque para lá vamos todos. Além disso, o melhor é o amor que segue em teu coração. Quem poderia dizer que Jesus esta morto? Não existe a morte: existe mudanças.

E do outro lado te esperam pessoas maravilhosas: Gandhi, Michelangelo, Whitman, São Agostinho, a Madre Teresa, teu avô e minha mãe, que acreditavam que a pobreza está mais próxima do amor, porque o dinheiro nos distrai com coisas demais, e nos machuca, porque nos torna desconfiados.

Não encontras a felicidade e é tão fácil, só deves escutar teu coração antes que lhe intervenha tua cabeça, que está condicionada pela memória, e complica tudo com coisas velhas, com ordens do passado, com o prejuizo que adoenta, que acorrenta. A cabeça que divide, quer dizer empobrece. A cabeça que não aceita que a vida é como é e não como deveria ser.

Faz apenas o que amas e serás feliz e aquele que faz o que ama, está benditamente condenado ao sucesso, que chegará quando deve chegar, porque o que deve ser será, e chegará naturalmente. Não faças nada por obrigação nem por compromisso, apenas por amor.

Então terás plenitude, e nessa plenitude tudo é possível. E sem esforço, porque és movido pela força natural da vida, a que me levantou quando caiu o avião que levava minha mulher e minha filha; a que me manteve vivo quando os médicos me deram três ou quatro meses de vida.

Deus te tornou responsável por um ser humano, e é tu mesmo. A ti deves fazer livre e feliz, depois poderás compartilhar a vida verdadeira com todos os outros. Lembra-te de Jesus : ?Amarás ao próximo como a ti mesmo?. Reconcilia-te contigo, coloca-te frente ao espelho e pensa que esta criatura que estás vendo, é uma obra de Deus; e decide agora mesmo ser feliz, porque a felicidade é uma aquisição. Não algo que chegará de fora.

Aliás, a felicidade não é um direito, e sim um dever, porque se não fores feliz, estarás levando amargura para todos os que te amam.

Existem tantas coisas para experimentar, e a nossa passagem pela terra é tão curta, que sofrer é uma perda de tempo.

Temos que desfrutar a neve do inverno e as flores da primavera, o chocolate de Perugia, a baguette francesa, tacos mexicanos, os mares e rios de vinho chileno, o futebol brasileiro e charutos Davidoff Chez. Temos de desfrutar das Mil e Uma Noites, a Divina Comédia, Dom Quixote, Pedro Páramo, boleros de Manzanero e da poesia de Whitman, Mahler, Brahms, Ravel, Debuzzi, Mozart, Schopain, Beethoven, Caravallo, Rembrandt, Velásquez, Cézanne , Picasso e Tamayo, entre tantas maravilhas.

E se estás doente, podem acontecer duas coisas, e as duas são boas; se a doença ganha te liberta do corpo que é cheio de moléstias: tenho fome, tenho frio, tenho sono, tenho vontades, tenho razão, tenho dúvidas? e se tu vences, serás mais humilde, mais agradecido, portanto, facilmente feliz. Livre do tremendo peso da culpa, da responsabilidade e da vaidade, disposto a viver cada instante profundamente,?. como deve ser.

Não estás deprimido, estás desocupado. Ajuda a criança que precisa de ti , essa criança que será sócia do teu filho. Ajuda os velhos, e os jovens lhe ajudarão quando o for. Aliás o trabalho é uma felicidade segura como gozar a natureza e cuidar dela para aqueles que virão. Dá sem medida e te darão sem medida. Ama até que te tornes o ser amado, mais ainda converte-te no mesmíssimo Amor .

E não te deixes confundir por uns poucos homicidas e suicidas, o bem é maioria, porém, não se nota porque é silencioso, uma bomba faz mais barulho que uma carícia, porém, para cada bomba que destrói há milhões de carícias que alimentam a vida. O bem alimenta-se de si mesmo, o mal destrói-se a si mesmo. Se o mal soubesse que é um bom negócio ser bom, seria bom nem que seja por negócios.

Não estás deprimido, estás distraído. Se escutar ao outro, o que leva dentro, saberia tudo, em tudo encontraria algo para ti. Então, eleva-se-ia constantemente, e já não haveria confusões se não matizes. E, nessa serenidade, não irias querer nada. Então, encontraria tudo. E, estando no presente, diria e farias o que há de dizer e fazer em cada momento, natural e graciosamente, sem esforço, o que faria com que tua relação com os outros fosse plena e o crescer no amor seria mais criativo sem limites e condições.

A ignorância nos faz sentir presos e mortais, é dizer que nos fechamos e limitamos sozinhos. O medo nos distrai do amor, que é sábio e valente porque sabe que não há nem medidas nem fim.

Olhe para dentro e desaparecerão as nuvens da periferia, fique quieto e em silêncio para ouvir a sua sabedoria interior. A que tem séculos, não anos como seu corpo e por isso está além de suas medidas caprichosas, dos preconceitos que causam medo, filho de sua ignorância.

Não estás deprimido, estás distraído das maravilhas que acontecem ao seu redor. Desde o nascimento a colheitas, desde revoluções a concertos, desde campeonatos de futebol até viagens interplanetárias, não estás deprimido por algo que passou, senão distraído de tudo, que é agora mesmo.

Eu estou aqui para lembrá-lo que todos nós fazemos parte da maior empresa: a humanidade, que constrói, cura, semeia, lava, canta e dança.

Deus espera que o homem volte a ser criança, para o acolher em seu seio?

Não estás deprimido, estás distraído?
Facundo Cabral


Facundo Cabral (Balcarce, 22 de maio de 1937 ? Cidade da Guatemala, 9 de julho de 2011) foi um compositor, cantor e escritor argentino.

Influenciado, no lado espiritual, por Jesus, Gandhi e Madre Teresa de Calcutá, na literatura por Borges e Walt Whitman, sua vida toma um rumo espiritual de observação constante em tudo o que acontece em seu redor, não se conformando o que vê, durante sua carreira como um cantor de Música Popular e, toma o caminho da crítica social, sem abandonar o seu habitual senso de humor.

Em reconhecimento do seu constante apelo à paz e amor, em 1996, a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) o declarou ?Mensageiro mundial da Paz?.

Morreu assassinado na Cidade da Guatemala quando se dirigia para o aeroporto, depois de um concerto. (Wikipédia)





A IMPORTÂNCIA DAS ERVAS



Sabemos que é comprovado o uso das ervas nas curas do organismo humano, mas agora podemos ter a opção de tê-las como curativas da alma.

As ervas são produzidas no maior laboratório elemental da natureza: a Terra. Observa

ndo-as e estudando-as sabemos em que situação usá-las. Poderá ser na forma de incenso, fusão, óleos, chás, sendo que no caso de ingestão, deve-se sempre consultar um especialista, que será o melhor indicador de como usá-las corretamente.

Muitos tem por hábito apenas ferver as folhas de determinada erva, para que seu vapor purifique o ambiente e a alma das pessoas que nele se encontram. Tente. Será algo novo que lhe deixará repleto!


10 DICAS PARA USAR MELHOR AS ERVAS MEDICINAIS


Observamos que há um crescimento desenfreado da busca da cura pelos produtos naturais e com isto cresce a divulgação de que as plantas são milagrosas e não oferecem risco de efeitos colaterais. Este fato , é um risco para a população pois significa também que mais produtos serão produzidos e vendidos muitas vezes sem a preocupação com a garantia e qualidade da espécie.

Veja a seguir algumas dicas muito importantes para os admiradores da fitoterapia.

1-Estar informado sobre a procedência das plantas:

Como sabemos cada planta necessita de cuidados para produzir os seus princípios medicamentosos , chamados de ativos. Quando a planta é domesticada ela precisa de tratos culturais definidos de acordo com a espécie e o melhor é contarmos com um agrônomo ou técnico para acompanhar esta etapa.

Conforme pesquisa realizada no ES foi observado que muitas pessoas realizam extrativismo ou seja coletam as plantas na mata sem o devido controle , ocorrendo inclusive o risco de extinção , como já ocorreu com o ipê-roxo , a espinheira-santa , a aroeira , dentre outros.

Devemos também nos informar sobre a qualidade das plantas que vamos utilizar. É importante saber o local onde foram cultivadas , a data de validade e se há acompanhamento de técnico qualificado.Não se deve coletar e cultivar plantas em locais poluídos , em beiras de estradas e rios poluídos , próximo a fossa e esgotos , etc.

2-Estar informado sobre o modo de coletar

Caso você mesmo vá fazer a coleta evite retirar todas as folhas do mesmo galho ; jogue fora as folhas que estão contaminadas por fungos , insetos , etc. Retire as cascas em pedaços pequenos para evitar circundar todo o caule , pois poderá causar a morte da planta.

3-Saber o momento certo de colher

Existe diferença de época de colheita de uma espécie para outra, porém muitos estudos ainda estão sendo realizados e concluídos. Recomenda-se que se colete as folhas em dias secos e se evite os horários que o sol está muito quente , principalmente no verão. Para as plantas aromáticas principalmente pois assim se evita a evaporação das essências aromáticas que são voláteis.

4-Saber conservar e secar as ervas

Deve-se secar flores e folhas em locais ventilados , livres de sujeiras , à sombra , penduradas em varais ou em bandejas em camadas finas .Cascas , raízes devem ser lavadas com água corrente e colocadas para secar ao sol. Raízes muito grossas podem ser cortadas em rodelas. Após secas , devemos guardar picadas em pedaços , em vidros de preferência escuros , secos , tampados , à sombra , com etiqueta de data de coleta e validade , mais o nome da espécie. A validade varia de 3 a 6 meses.

5-Conhecer a parte da planta que quero utilizar

É extremamente importante conhecer a parte da planta que possui atividade medicinal . Caso contrário não poderemos obter o resultado esperado. Exemplo : a camomila utilizo as flores ; o mulungu a casca ; o quebra pedra a planta inteira; etc.

6- Saber o modo de preparar

Diferentes modos podem ser utilizados par o preparo das formas caseiras. Para o preparo do chá é melhor usarmos uma vasilha de porcelana , vidro ou barro.

É muito importante analisar a quantidade de erva que desejo preparar para evitar o desperdício. A medida deve sempre estar baseada em livros de pessoas qualificadas. Geralmente oriento o preparo da infusão à partir de partes de plantas secas ou verdes da seguinte forma.

Para uma xícara de chá de água devo infundir 1 colher da de sopa da planta verde picada ou 01 colher de chá da planta seca .

7- Saber identificar a planta

É extremamente importante a identificação de uma planta. Todas as partes da mesma serão analisadas com base em botânica e depois comparadas em literatura especializada. Aquí em Vitória diferentes espécies são conhecidas com o mesmo nome , tais como : cidreira ; hortelã ; camomila; boldo ; etc. Não comprar plantas sem a certeza de que alguém responsável as identificou .

8-Saber como usar

Quando não sabemos usar uma planta ou fitoterápico devemos sempre recorrer a um profissional de saúde experiente.

Precisamos estar atentos ao modo de uso seja interno seja externo , pois determinadas plantas não devem ser ingeridas , outras não podem ser tomadas por muito tempo como por exemplo o mentrasto.

Ao oferecermos fitoterápicos para crianças devemos redobrar o cuidado .Crianças até um ano, são muito sensíveis e devemos dar apenas uma medida de colher das de chá do infuso 3 a 4 vezes ao dia.

Muitas mães desconhecem isto e chegam a dar uma mamadeira cheia de chá , o que é incorreto.


9- Conhecer o tempo de tratamento

O tempo de uso e a quantidade diária são deveras importante para o sucesso do tratamento. Determinadas doenças , tais como , diabetes , câncer , se usa preparações por muito tempo e devemos sempre acompanhar clínica e laboratorialmente o paciente.


10-Saber a toxicidade das plantas e contra-indicações.

Nem sempre se sabe , mas determinadas plantas produzem substâncias agressivas ao organismo humano , tais como : espirradeira , comigo ninguém pode , chapéu de napoleão , pinhão paraguaio.

Para fazer uso de plantas em pacientes alérgicos e sensíveis devemos redobrar os cuidados.


Determinadas plantas não são recomendáveis na gravidez tais como losna, carqueja, alecrim, arruda, canela e boldo. Outras podem causar efeitos colaterais se ingeridas , tais como : óleo de copaíba , cáscara sagrada e outras.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...