28.10.10



Milena Ferrari



Olá queridos e queridas!
Estamos montando kits de higiene para as crianças com câncer que se tratam lá na faculdade, ( Faculdade de Medicina do ABC ) A maioria das crianças é muito carente e precisam de muitas coisas... Se vcs puderem ajudar... o que precisamos para montar os kits é:


Sabonete branco
Creme dental branco
Escova de dentes macia

(o sabonete e o creme dental precisam ser brancos, pois as crianças não podem utilizar produtos com corante.)

Estou arrecadando, mas quem quiser levar a doação direto no Hospital, é só chegar na Fundação Santo André, entrar pela portaria da Faculdade de Medicina, logo a direita é o Instituto, só entregar na recepção...

Agradeço em nome desses curumins guerreiros...juju2232323234523232323232424211.gif picture by greenforest3

Namastê

A arte de ser feliz





Houve um tempo em que minha janela se abria
sobre uma cidade que parecia ser feita de giz.
Perto da janela havia um pequeno jardim quase seco.
Era uma época de estiagem, de terra esfarelada,
e o jardim parecia morto.
Mas todas as manhãs vinha um pobre com um balde,
e, em silêncio, ia atirando com a mão umas gotas de água sobre as plantas.
Não era uma rega: era uma espécie de aspersão ritual, para que o jardim não morresse. 







E eu olhava para as plantas, para o homem, para as gotas de água que caíam de seus dedos magros e meu coração ficava completamente feliz.
Às vezes abro a janela e encontro o jasmineiro em flor.
Outras vezes encontro nuvens espessas.
Avisto crianças que vão para a escola,








Pardais que pulam pelo muro.
Gatos que abrem e fecham os olhos, sonhando com pardais.
Borboletas brancas, duas a duas, como refletidas no espelho do ar.







Marimbondos que sempre me parecem personagens de Lope de Vega.
Ás vezes, um galo canta.







Às vezes, um avião passa.
Tudo está certo, no seu lugar, cumprindo o seu destino.
E eu me sinto completamente feliz.
Mas, quando falo dessas pequenas felicidades certas,
que estão diante de cada janela, uns dizem que essas coisas não existem,
outros que só existem diante das minhas janelas, e outros,
finalmente,
que é preciso aprender a olhar, para poder vê-las assim.



(Cecília Meirelles)

25.10.10

Selinho importante
Todas nós já ouvimos coisas como: 'mas eu compro "igual"ao seu e mais barato no supermercado', por exemplo...... As pessoas não dão valor ao produto artesanal, feito à mão mesmo. Acham que a única coisa que importa é o preço. E não podemos competir com fábricas, confecções. Não importa a nossa especialidade, levamos mais tempo, trabalhamos mais, gastamos mais com material..... temos que cobrar um preço que cubra as despesas e nossa mão de obra. E aí perdemos clientes.Mas temos que valorizar o trabalho artesanal acima de tudo. Por isso estou passando adiante a campanha abaixo:
Trouxe este selinho do blog da Sonia

22.10.10

Presentinho pra vocês...Bom Final de Semana!

Se eu deixasse algum presente a você,
deixaria aceso o sentimento de amar a vida dos seres humanos.
A consciência de aprender tudo o que foi ensinado pelo tempo afora.
Lembraria os erros que foram cometidos para que não mais se repetissem.
Deixaria para você, se houvesse o respeito àquilo que é indispensável:

Além do pão; o trabalho.

Além do trabalho; a ação.

E quando tudo mais faltasse, um segredo:
o de buscar no interior de si mesmo a resposta e a força para encontrar a saída.

(Gandhi)


Carinhos da KIKA.

Tem coisa melhor pra fechar a semana do  receber selinhos de presente e o carinho da minha afilhada gatíssima, lindona, maravilhosa e absoluta que é a KIKA.Beijokinhas no coração, meu anjinho sem asas!

20.10.10

Semana da Educação Especial.



É preciso saber lidar com as diferenças ,qual é a sua?


Nesta Semana da Educação Especial, é bom lembrar que:


 “As pessoas precisam entender que as

crianças com necessidades especiais 

não estão doentes. Elas não procuram 

uma cura, apenas aceitação e amor.”



Lhasa Apso.

 
Eu amo o meu, e você?! .Beijocas.

18.10.10

Ideias para o Natal.

Sugestões fáceis de fazer e econômicas: Enfeite de natal feitos em jornal.Espero que gostem!





15.10.10

Coisitas para bebês.

Alguns  trabalhinhos que terminei e meu fiel ajudante, que só não entrou na caixa porque estava cheia de linhas.As fotos não ficaram muito boas, mas dá  pra quebrar um galho até eu trocar meu celular porque a camera deste já era!
Beijos meninas e um ótimo final de semana.









14.10.10

Jabor


 Texto imperdível!

Brasileiro é um povo solidário. Mentira. Brasileiro é babaca. Eleger para o cargo mais importante do Estado um sujeito que não tem escolaridade e preparo nem para ser gari, só porque tem uma história de vida sofrida; 
Pagar 40% de sua renda em tributos e ainda dar esmola para pobre na rua ao invés de cobrar do governo uma solução para pobreza; 
Aceitar que ONG's de direitos humanos fiquem dando pitaco na forma como tratamos nossa criminalidade. .. 
Não protestar cada vez que o governo compra colchões para presidiários que queimaram os deles de propósito, não é coisa de gente solidária. 
É coisa de gente otária.  

Brasileiro é um povo alegre. Mentira. Brasileiro é bobalhão. 
Fazer piadinha com as imundices que acompanhamos todo dia é o mesmo que tomar bofetada na cara e dar risada. 
Depois de um massacre que durou quatro dias em São Paulo , ouvir o José Simão fazer piadinha a respeito e achar graça, é o mesmo que contar piada no enterro do pai. 
Brasileiro tem um sério problema. 
Quando surge um escândalo, ao invés de protestar e tomar providências como cidadão, ri feito bobo. 


Brasileiro é um povo trabalhador.. Mentira.Brasileiro é vagabundo por excelência. 
O brasileiro tenta se enganar, fingindo que os políticos que ocupam cargos públicos no país, surgiram de Marte e pousaram em seus cargos, quando na verdade, são oriundos do povo. 
O brasileiro, ao mesmo tempo em que fica indignado ao ver um deputado receber 20 mil por mês, para trabalhar 3 dias e coçar o saco o resto da semana, também sente inveja e sabe lá no fundo que se estivesse no lugar dele faria o mesmo. 
Um povo que se conforma em receber uma esmola do governo de 90 reais mensais para não fazer nada e não aproveita isso para alavancar sua vida (realidade da brutal maioria dos beneficiários do bolsa família) não pode ser adjetivado de outra coisa que não de vagabundo.  

Brasileiro é um povo honesto. Mentira.
Já foi; hoje é uma qualidade em baixa. Se você oferecer 50 Euros a um policial europeu para ele não te autuar, provavelmente irá preso. Não por medo de ser pego, mas porque ele sabe ser errado aceitar propinas. 
O brasileiro, ao mesmo tempo em que fica indignado com o mensalão, pensa intimamente o que faria se arrumasse uma boquinha dessas, quando na realidade isso sequer deveria passar por sua cabeça. 
90% de quem vive na favela é gente honesta e trabalhadora. Mentira. Já foi. 
Historicamente, as favelas se iniciaram nos morros cariocas quando os negros e mulatos retornando daGuerra do Paraguai ali se instalaram. 
Naquela época quem morava lá era gente honesta, que não tinha outra alternativa e não concordava com o crime. 
Hoje a realidade é diferente. 
Muito pai de família sonha que o filho seja aceito como 'aviãozinho' do tráfico para ganhar uma grana legal. 
Se a maioria da favela fosse honesta, já teriam existido condições de se tocar os bandidos de lá para fora, porque podem matar 2 ou 3 mas não milhares de pessoas. 
Além disso, cooperariam com a polícia na identificação de criminosos, inibindo-os de montar suas bases de operação nas favelas. 

O Brasil é um pais democrático. Mentira. 
Num país democrático a vontade da maioria é Lei. 
A maioria do povo acha que bandido bom é bandido morto, mas sucumbe a uma minoria barulhenta que se apressa em dizer que um bandido que foi morto numa troca de tiros, foi executado friamente. 
Num país onde todos têm direitos mas ninguém tem obrigações, não existe democracia e sim, anarquia. 
Num país em que a maioria sucumbe bovinamente ante uma minoria barulhenta, não existe democracia, mas um simulacro hipócrita. 
Se tirarmos o pano do politicamente correto, veremos que vivemos numa sociedade feudal: um rei que detém o poder central (presidente e suas MPs), seguido de duques, condes, arquiduques e senhores feudais (ministros, senadores, deputados, prefeitos, vereadores). 
Todos sustentados pelo povo que paga tributos que têm como único fim, o pagamento dos privilégios do poder. E ainda somos obrigados a votar. 
  
Democracia isso? Pense ! 
O famoso jeitinho brasileiro. 
Na minha opinião, um dos maiores responsáveis pelo caos que se tornou a política brasileira. 
Brasileiro se acha malandro, muito esperto. 
Faz um 'gato' puxando a TV a cabo do vizinho e acha que está botando pra quebrar. 
No outro dia o caixa da padaria erra no troco e devolve 6 reais a mais, caramba, silenciosamente ele sai de lá com a felicidade de ter ganhado na loto... malandrões, esquecem que pagam a maior taxa de juros do planeta e o retorno é zero. Zero saúde, zero emprego, zero educação, mas e daí? 
Afinal somos penta campeões do mundo né?? ? 
Grande coisa... 
O Brasil é o país do futuro. Caramba , meu avô dizia isso em 1950. Muitas vezes cheguei a imaginar em como seria a indignação e revolta dos meus avôs se ainda estivessem vivos. 
Dessa vergonha eles se safaram... 
Brasil, o país do futuro !? 
Hoje o futuro chegou e tivemos uma das piores taxas de crescimento do mundo. 
Deus é brasileiro. 
Puxa, essa eu não vou nem comentar... 
O brasileiro merece! Como diz o ditado popular, é igual mulher de malandro, gosta de apanhar. Se você não é como o exemplo de brasileiro citado nesse e-mail, meus sentimentos amigo, continue fazendo sua parte, e que um dia pessoas de bem assumam o controle do país novamente. 
Aí sim, teremos todas as chances de ser a maior potência do planeta. 
Afinal aqui não tem terremoto, tsunami nem furacão. 
Temos petróleo, álcool, bio-diesel, e sem dúvida nenhuma o mais importante: Água doce! 
Só falta boa vontade, será que é tão difícil assim? 
 
Arnaldo Jabor   

8.10.10

Final de Semana...que o seu seja maravilhoso!

 Agir e Acreditar


Um viajante caminhava pelas margens de um grande lago de águas cristalinas e imaginava uma forma de chegar até o outro lado, onde era seu destino.
Suspirou profundamente enquanto tentava fixar o olhar no horizonte. A voz de um homem de cabelos brancos quebrou o silêncio momentâneo, oferecendo-se para transportá-lo. Era um barqueiro.
O pequeno barco envelhecido, no qual a travessia seria realizada, era provido de dois remos de madeira de carvalho.
O viajante olhou detidamente e percebeu o que pareciam ser letras em cada remo. Ao colocar os pés empoeirados dentro do barco, observou que eram mesmo duas palavras.
Num dos remos estava entalhada a palavra acreditar e no outro, agir.
Não podendo conter a curiosidade, perguntou a razão daqueles nomes originais dados aos remos.
O barqueiro pegou o remo, no qual estava escrito acreditar, e remou com toda força.
O barco, então, começou a dar voltas, sem sair do lugar em que estava.
Em seguida, pegou o remo em que estava escrito agir e remou com todo vigor.
Novamente o barco girou em sentido oposto, sem ir adiante.
Finalmente, o velho barqueiro, segurando os dois remos, movimentou-os ao mesmo tempo e o barco, impulsionado por ambos os lados, navegou através das águas do lago, chegando calmamente à outra margem.
Então, o barqueiro disse ao viajante:
Este barco pode ser chamado de autoconfiança. E a margem é a meta que desejamos atingir.
Para que o barco da autoconfiança navegue seguro e alcance a meta pretendida, é preciso que utilizemos os dois remos, ao mesmo tempo, e com a mesma intensidade: agir e acreditar.
Não basta apenas acreditar, senão o barco ficará rodando em círculos. É preciso também agir, para movimentá-lo na direção que nos levará a alcançar a nossa meta.
Agir e acreditar. Impulsionar os remos com força e com vontade, superando as ondas e os vendavais e não esquecer que, por vezes, é preciso remar contra a maré.

*   *   *
Gandhi tinha uma meta: libertar seu povo do jugo inglês. Tinha também uma estratégia: a não-violência.
Sua autoconfiança foi tanta que atingiu a sua meta sem derramamento de sangue. Ele não só acreditou que era possível, mas também agiu com segurança.
***
Madre Teresa também tinha uma meta: socorrer os pobres abandonados de Calcutá. Acreditou e agiu, superando a meta inicial, socorrendo pobres do mundo inteiro.
***
Albert Schweitzer traçou sua meta e chegou lá. Deixou o conforto da cidade grande e se embrenhou na selva da África francesa para atender aos nativos, no mais completo anonimato.
***
Como estes, teríamos outros tantos exemplos de homens e mulheres que não só acreditaram, mas que tornaram realidade seus planos de felicidade e redenção particular.
*   *   *
E você? Está remando com firmeza para atingir a meta a que se propôs?
Se o barco da sua autoconfiança está parado no meio do caminho ou andando em círculos, é hora de tomar uma decisão e impulsioná-lo com força e com vontade.
Lembre que só você poderá acioná-lo utilizando-se dos dois remos: agir e acreditar.

*   *   *
Caso você ainda não tenha uma meta traçada ou deseje refazer a sua, considere alguns pontos:
verifique se os caminhos que irá percorrer não estarão invadindo a propriedade de terceiros;
se as águas que deseja navegar estão protegidas dos calhaus da inveja, do orgulho, do ódio;
e, antes de movimentar o barco, verifique se os remos não estão corroídos pelo ácido do egoísmo.
Depois de tomar todas estas precauções, siga em frente e boa viagem.

Texto retirado da Internet, atribuído a Aurélio Nicoladeli.

6.10.10

Amélia... Huuuuuuum!





 O que torna um sonho irrealizável é a inércia de quem sonha.

Meu nome Mulher!

Eu era a Eva 
Criada para a felicidade de Adão 

Mais tarde fui Maria 
Dando à luz aquele 
Que traria a salvação 

Mas isso não bastaria 
Para eu encontrar perdão. 
Passei a ser Amélia 
A mulher de verdade 
Para a sociedade 
Não tinha a menor vaidade 
Mas sonhava com a igualdade. 

Muito tempo depois decidi: 
Não dá mais! 
Quero minha dignidade 
Tenho meus ideais! 
Hoje não sou só esposa ou filha 
Sou pai, mãe, arrimo de família 
Sou caminhoneira, taxista, 
Piloto de avião, policial feminina, 
Operária em construção
 ..

Ao mundo peço licença 
Para atuar onde quiser 
Meu sobrenome é COMPETÊNCIA 
E meu nome é MULHER
 !!! 
(O Autor é Desconhecido, mas um verdadeiro sábio) 


(Para todas nós MULHERES MARAVILHOSAS.
)




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...